14.12.13


Alex Wölbert*


          Hoje levantei cedo peguei o jornal e meus olhos encheram de lágrimas com a notícia. Hoje as luzes da Fazenda Colubandê se acenderão às 19 horas.


          OBA !! Tirei da gaveta a minha melhor camisa, fiz a barba como se me preparasse para um evento de gala. E é mesmo um evento de gala, para mim a valorização da história e do nosso patrimônio é mais importante do que qualquer outro evento onde mulheres desfilam com seus saltos altíssimos e seus vestidos de brilho que ofuscam os olhos de quem vê. Homens com seus ternos no puro linho passeando pelo salão como se tivessem o rei na barriga. 


          Enfim, estava eu lá com a minha família na hora marcada. Marcada não, cheguei meia hora mais cedo para não perder nenhum detalhe do acionamento dos disjuntores até a iluminação por completo. 

          A hora foi passando e cada vez mais a comunidade do entorno da fazendo chegava. Eram famílias inteiras. Com ouvido atento me alegrava com cada história contada sobre a beleza e o que a fazenda representava para cada um ali.

          Deu, meia hora, deu uma hora e nada do brilho saltar os olhos. Até que ouço de um e de outro que por determinação da prefeitura as luzes não iriam se acender. Ué, mas estava no jornal ! Será que é pegadinha do malandro gonçalense?

          Já estava xingando todas às gerações do prefeito quando mais que de repente as luzes da capela se acendem e como no instinto olhei para minha filha que no rosto um sorriso e o verde do brilho das luzes. Ela olhou pra mim como se dissesse agora vai. 

          Não demorou 5 minutos e as luzes de LED se acenderam moldando cada detalhe do casarão e da capela. 

Iluminação da Fazenda Colubandê. Dez 2013.


          Então famílias se abraçaram, aplaudiram e curtiram de vez a beleza do lugar. Não existe nenhum outro lugar mais bonito que a nossa fazenda iluminada com as cores do natal. Nem mesmo a arvore da lagoa não tem o mesmo charme que a nossa Fazenda Colubandê. E flashes se misturavam com as luzes da fazenda numa sintonia perfeita.

Como tudo que é bom dura pouco, entra um sujeito desesperado gritando: 

-Quem foi que acendeu as luzes da fazenda?

-Eu vi que foi um cara de branco. Gritou uma menina.

Cara de branco? Bom o Saci esta fora de cogitação. Seria o fantasma do padre da capela?

          Bom, gostaria de agradecer ao fantasma do padre da capela ou quem é que tenha feito esse gesto maravilhoso de ligar as luzes da fazenda e fazer a felicidade de dezenas de famílias que ali se acomodaram para ver esse fantástico show de luzes. 


Sobre o Autor:

Alex Wölbert Alex Wölbert é colaborador do Blog Tafulhar. Faz parte do Projeto Recicla Leitores. Facebook: Alex Wölbert

Leave a Reply

Seu comentário é muito importante, pois estimula novas postagens

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Sugestões

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyleft

Copyleft
O conteúdo do blog Tafulhar é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor e, se for o caso, à fonte primária da informação

Translate

Localizar no Tafulhar

Recomende em

Seguidores

Google+ Followers

Receba notícias por e-mail

Postagens Populares

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

addthis

- Copyright © Tafulhar -Tafulhar -