21.3.12


Oi pessoal! Hoje eu quis usar um título chamativo, mas espero que o conteúdo seja mais atrativo que a chamada. Vamos tafulhar!

Resumo técnico: Este artigo analisa a evolução do emprego formal no município São Gonçalo (RJ), no período de 2007 a 2011, a fonte de informações provém do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Conforme as informações do CAGED entre 2007 e 2011, o município de São Gonçalo (RJ) contabilizou saldo positivo de 17.257 novos postos de trabalho com carteira assinada, com média anual de 3.451 novas vagas.  

Em relação ao ano anterior, em 2011, houve um crescimento de 15% na criação de postos de trabalho. Atualmente, o número de empregos formais no município contabilizam 95.357 em 16.651 estabelecimentos.

Gráfico 1- Número de admissões, desligamentos e variação absoluta em São Gonçalo, 2007-2011.
Fonte: CAGED, 2007-2011
Entre os setores que mais geraram empregos, em 2011, estão: comércio (18.590), serviços (16.214) e indústria de transformação (6.114).

 Ai vocês irão perguntar: Quais são as ocupações que mais empregam  no município? 

Eu respondo! 










O campeão de admissões é Vendedor de Comércio Varejista, com 5.302 oportunidades, geralmente para pessoas a partir do fundamental incompleto com ou sem experiência e salário médio de R$ 638,31.

O segundo colocado é Operador de Caixa, com 2.992 oportunidades a partir do ensino médio ou incompleto e salários que podem chegar a R$ 629,56. Na sequência, está o cargo de Auxiliar de Escritório, em Geral, com 1.782 vagas para candidatos com ou sem experiência, ensino médio completo ou incompleto e remuneração de R$ 703,42. Demais ocupações, ver tabela abaixo:
Tabela 2 - Ocupações e salário médio das pessoas empregadas em São Gonçalo, 2011.
Fonte: CAGED, 2011

Entenda o que é CAGED

O CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho é uma pesquisa mensal sobre o comportamento do mercado formal de trabalho. Os dados da pesquisa são obtidos a partir de informações enviadas pelas empresas sobre admissões e demissões de funcionários. Além disso, o CAGED foi criado como instrumento de acompanhamento e de fiscalização do processo de admissão e dispensa de trabalhadores regidos pela CLT, o que restringe o seu escopo, deixando de fora militares e servidores estatutários.


* Estou esperando informações do ministério do trabalho para adicionar mais detalhes


Referências Bibliográficas:

CAGED. Nível de Emprego Formal Celetista: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED, Comportamento do Emprego no mês de Julho de 2011.

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. Perfil do Município: Programa de Disseminação de Estatísticas do Trabalho. Maio, 2010.

REMY, M. A. P. A. ; QUEIROZ, Silvana Nunes de ; SILVA FILHO, L. A. . Evolução recente do emprego formal no Brasil: 2000-2008. Revista da ABET (Impresso), v. X, p. 57-78, 2011.

UOL NOTÍCIAS ECONOMIA. http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/11/18/geracao-de-empregos-formais-no-pais-cai-40-em-outubro-segundo-caged.jhtm (Acesso, março 2012)


Sobre o Autor:
Wilson Santos de Vasconcelos Wilson Santos de Vasconcelos é editor do Blog Tafulhar. Formado em sociologia pela UFF e mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais pela ENCE/IBGE.


{ 2 comentários... read them below or Comment }

  1. Esse estudo mostra claramente que, apesar de muitos empregos estarem sendo gerados, a maioria oferece baixos salários e exige baixa/nenhuma qualificação. Isso é algo crônico em nossa cidade! É preciso criar programas de atração de empresas de ramos mais especializados e, principalmente, conseguir construir na cidade uma universidade pública de alta qualidade. Assim mais empresas investirão na cidade, gerando mais empregos. A maioria da população qualificada (que é bem grande), não precisaria ir trabalhar no Rio ou em Niterói para conseguir um bom salário.

    Este saldo positivo teve grande participação do Boulevard Shopping, que foi inaugurado nesse período.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Setores de comércio e serviços são os que geram mais empregos no Brasil, com baixos salários e baixa qualificação profissional...

      Se formos olhar para o PIB de 2012, indicador que agrega a indústria, a agricultura e os serviços, percebemos claramente uma desaceleração das industrias no Brasil e até um indicativo de desindustrialização, para alguns especialistas.

      Eduardo, certeza que a construção de universidades de qualidade (com todos os cursos) + escolas técnicas seriam o ideal para que o estigma que se estabeleceu na cidade (cidade dormitório e um dos maior movimentos pendulares do mundo) possa ser reescrito.

      Em todas as cidades onde se tem universidade de excelência a qualidade de vida ao seu redor são os melhores.

      Excluir

Seu comentário é muito importante, pois estimula novas postagens

Sugestões

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyleft

Copyleft
O conteúdo do blog Tafulhar é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor e, se for o caso, à fonte primária da informação

Translate

Localizar no Tafulhar

Recomende em

Seguidores

Google+ Followers

Receba notícias por e-mail

Postagens Populares

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

addthis

- Copyright © Tafulhar -Tafulhar -